Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) e a AGB - seção local de Belo Horizonte

 

A ASSOCIAÇÃO DOS GEÓGRAFOS BRASILEIROS (AGB) é uma entidade civil, de caráter técnico, científico e cultural, sem fins lucrativos, fundada em 1934, ao mesmo tempo do primeiro curso de graduação em Geografia no Brasil, na Universidade de São Paulo (USP).

A entidade é aberta à participação de qualquer pessoa interessada e compõe-se por seções locais, onde há uma diretoria eleita a cada dois anos. Realiza diversas atividades (assembleias, exposições e debates, comissões e grupos temáticos, fóruns, etc.), por vezes em compartilhamento com outras entidades associativas, sindicais, profissionais, científicas etc. Dessa maneira, a AGB se realiza a partir da participação presencial de seus associados, que a constroem coletivamente.

A AGB tem como instância máxima a Assembléia Geral Nacional Ordinária, realizada em julho dos anos pares, nos Encontros Nacionais de Geógrafos (ENGs) ou, em anos com final 4, nos Congressos Brasileiros de Geógrafos (CBGs). Aí é eleita a Diretoria Executiva Nacional (DEN) e, logo depois, as diretorias das Seções Locais e as comissões temáticas e de trabalho que organizam os eventos, campanhas, envolvimentos com os demais agentes etc. Nas Seções Locais, as Assembléias Gerais Ordinárias (AGOs) também elegem a Diretoria Executiva Local, e junto com as Extraordinárias (AGEs) debatem, decidem e organizam as atividades da entidade numa escala mais próxima aos(às) associados(as).

A Seção Local de Belo Horizonte (AGB-SLBH) formou-se a partir de um grupo de geógrafos(as) em 1988 e conquistou a condição de Entidade de Utilidade Pública do Município de Belo Horizonte pelo Decreto 8.245, de 1995.

Desde então, assim como na escala nacional, a seção tem sido fórum de debates da Geografia brasileira e suas inserções multiescalares, desde as locais até as mundial-planetárias. Suas atividades objetivam a produção e difusão do conhecimento para milhares de pessoas anualmente:

  • Encontro Nacional de Geógrafos (ENG) – em julho dos anos pares, exceto nos anos de final 4, quando realiza o Congresso Brasileiro de Geógrafos (CBG) – em sedes escolhidas no ENG ou CBG anterior;
  • Encontro Nacional de Ensino de Geografia (ENEGE) – mais conhecido como Fala Professor! – acontece a cada 4 anos desde 1987 em sedes escolhidas no ENG ou CBG anterior;
  • Encontros Regionais ou Estaduais ou Temáticos – nas sedes das seções locais ou compartilhados entre seções e/ou outras instituições que abrigam de algum modo as atividades relevantes à Geografia e aos Geógrafos; o Encontro Estadual de Geografia de Minas Gerais ocorre a cada 4 anos desde 1989 e teve sua ultima edição em 2005.

Ainda, publica diversos boletins informativos e mesmo periódicos científicos, como a revista Terra Livre (da AGB Nacional), e o Boletim Mineiro de Geografia (da Seção Local de Belo Horizonte), além de outros das seções locais. São publicados também os anais dos eventos acima em via impressa e mais recentemente em formato digital.

Em sua trajetória, a AGB tem envolvido pessoas que lidam com a Geografia no Brasil (não só as vinculadas às instituições de formação em nível de graduação ou pós-graduação da área) nos diversos espaços de atividade profissional e intelectual (escolas, órgãos públicos, movimentos sociais, universidades, empresas privadas, ONGs etc.). A partir de várias situações e posições (de professores, estudantes, militantes, técnicos e outros), os temas trazidos e debatidos na AGB são muito diversos (questões ambientais, culturais, agrárias, indígenas, urbanas, sobre mundialização, etc.), sempre relacionados à espacialidade das comunidades e sociedades em particular ou à humanidade como um todo.

A fim de propiciar tal conhecimento, a AGB se organiza também por meio de Comissões e Grupos de Trabalho (GT) temáticas(os) locais, nacionais e multiescalares. Pretende-se com os GT’s (Grupos de Trabalho) agregar associados, sendo aberto para não associados, com o objetivo principal de (re)pensar ações e intervenções na sociedade; visam fortalecer o trabalho permanente e a atuação política das Seções Locais da AGB, gerar debates e atitudes demandadas pela sociedade, incentivando e promovendo manifestações coletivas, as quais expressam os entendimentos e encaminhamentos das agebeanas e dos agebeanos sobre as questões aí apresentadas.

Todas essas instâncias, fóruns, atividades e publicações são de acesso e participação os mais abertos possível e dependem do envolvimento ativo dos(as) associados(as), grupos, núcleos e outras formas em que os Geógrafos se interessam, se organizam e realizam discussões e ações.

Em Belo Horizonte, nesses mais de vinte anos de atividade retomada, participamos da discussão do Plano Diretor do Município desde 1989, participamos da representação da sociedade civil no Conselho Municipal de Meio Ambiente – COMMAM e no Conselho Municipal de Política Urbana, além de termos realizado vários eventos em parceria com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), a Associação Cultural José Martí, o Instituto Helena Greco de Cidadania e Direitos Humanos (IHG), a Escola Popular Orocílio Martins Gonçalves (EPOMG) e outras entidades populares e sindicais, além de termos organizado cinco Encontros Estaduais de Geografia – em 1989, 1993, 1997, 2001 e 2005. O Encontro Nacional de Geógrafos (ENG), em sua XVII edição, entre 22 e 28 de julho de 2012, foi sediado em Belo Horizonte, tendo a ABG-SLBH como Comissão Organizadora Local. Para melhor desenvolver os trabalhos necessários, durante 6 (seis) meses, entre março e setembro/2012, tivemos por sede uma casa alugada no bairro São Francisco, à Rua Guimarães, 1046a, próxima à UFMG.  Ainda, realizamos diversos eventos de discussão sobre as temáticas afeitas à Geografia – Cartografia, Ambiente, Ensino etc., atingindo pessoas interessadas em aprimorar sua prática profissional cotidiana no sentido de contribuir para a melhoria das condições de vida da população de Belo Horizonte. Nesse sentido, notória é a participação da AGB nas lutas pela moradia (e por outro modo de produção do espaço urbano) que se desenvolvem na cidade, como as ocupações Dandara, Camilo Torres, Irmã Dorothy, Zilah Spósito-Helena Greco, Eliana Silva e William Rosa.

Embora esteja atualmente suspenso, publicamos também o boletim AGBNotícias, que chegou ao número 25 em novembro de 1997. Informação e reflexão fazem parte do nosso instrumental de contribuição, através do conhecimento geográfico, à população.

Diante de tantos desafios às atividades de educação, ciência e tecnologia na sociedade brasileira, pretendemos melhorar as condições de diálogos e práticas com quem percebe a Geografia como conhecimento indispensável à construção de um futuro melhor para todos. Assim, desde meados de 2012 mantemos nossa sede em uma sala cedida pela Associação Casa do Estudante à Rua Ouro Preto, 1421, bairro Santo Agostinho, para melhor exercermos estas e outras atividades e termos contato ágil e permanente com pessoas, entidades coirmãs, movimentos sociais e organizações diversas, bem como agrupar materiais relevantes à consulta e investigação pelos interessados em uma Geografia mais próxima da realidade cotidiana.

Colabore com a AGB-Belo Horizonte!

Para saber mais sobre a AGB, consulte também a página da AGB-Nacional < http://www.agb.org.br >, onde se pode acessar o Estatuto.

A AGB-SLBH também está no Facebook < https://www.facebook.com/agb.slbh/?fref=ts >.

Caso opte por associar-se, veja instruções no link “Como se associar” desta página.

 

Bem-vindo e saudações Agebeanas!

A Direção da AGB-SLBH.

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Aos estudantes de Graduação:

Você, que está se formando como profissional, pode contribuir na construção de uma entidade voltada para o debate do conhecimento geográfico, para aprimorá-lo e aplicá-lo, de maneira que possamos entender melhor os desafios e questões para enfrentar um mundo cada vez mais interconectado.

Sabemos que não é apenas isto, pois as condições de vida pioram cada vez mais para muitos. E temos muito a ver com isto, pois lidamos diretamente com as condições de vida das pessoas, das comunidades, de populações inteiras! A dinâmica espacial do mundo parece sempre nos surpreender, renovando sempre a pergunta do onde (para se chegar ao porquê): onde vai acontecer a próxima instabilidade de mercado? A próxima inundação? Onde está o lugar de atração e mobilização de migrantes?

Por tudo isto, um profissional como o geógrafo deve estar sempre atento ao mundo, participando, acompanhando as inovações e avanços do conhecimento. É para isto que a AGB existe: através das publicações, dos eventos, das reuniões, trazemos sempre algo novo para compartilharmos. Venha também! O quando é sempre! O onde é a Associação dos Geógrafos Brasileiros. 

Aos profissionais:

Em tempos de mundialização do capital (a chamada “globalização”), fecha-se o cerco para o geógrafo desde a sala de aula como professor até os gabinetes de pesquisa e os trabalhos em campo. Somos sempre desafiados a acompanhar cada passo do mundo para mantermos os estudantes e a cidadania informados, alertas e com capacidade de conhecer cada mudança. A Geografia é tornada estratégica novamente para os grandes investidores, os dirigentes de Estado, mas também para as comunidades e populações que teimam em viver melhor, desde sobreviver até produzir as superações tão almejadas.

Por isso, é importante que reflitamos sobre qual geografia estamos ensinando e/ou praticando nos locais de trabalho. Nesse sentido, a Associação dos Geógrafos Brasileiros se apresenta como um importante espaço de reflexão para o qual convidamos a participar e colaborar todos os profissionais que lidam com a Geografia, dentre eles os professores de todos os níveis e redes de ensino.

 

 

Belo Horizonte, 05 de março de 2012